A Grande Catástrofe e os fosseis.

O programa Origens retoma o assunto abordado no anterior de forma mais ampla, espero que gostem!

Segundo o Mestre em Arqueologia e Doutor em história Antiga, Ruben Aguiar “A palavra fóssil deriva do latim fossilis, que significa desenterrado ou tirado da terra. Georges Cuvier foi um dos primeiros a disseminar que esses restos ou vestígios eram animais e plantas”. Estes restos (somatofóssil) são as partes de um organismo, ou seja, um indivíduo (osso, dente, carapaça, escamas entre outros) e os vestígios (iconofóssil) são indícios de atividades do individuo (pegadas, pistas...). Em grande maioria são preservadas as partes mais duras, e as partes moles em alguns casos com mais dificuldade do que as primeiras.

Hoje são os inúmeros achados de fosseis que nos impressionam, como os Dinossauros que foram animais fantásticos, mas existem outros como descrito por Antonio Cremades, PHD em Ciências Biológicas e Antropologia Física: Tigre-dente-de-sabre, os Mamutes e o Megatério (preguiça Gigante). Marcos Natal de Souza, Doutor em Geologia afirma que “As condições de sobrevivência naqueles tempos eram melhores, mas em todas as eras foi e são relatados grandes e pequenos animais”. Como os elefantes, as girafas, os hipopótamos, os canarinhos, os coalas entre outros tantos existentes.


A fossilização é um fenômeno contrário ao natural, existindo diferentes formas como a incrustação, permineração, mumificação, recristalização, congelamento, carbonificação, âmbar, moldagem e substituição, nesta ultima o Químico e Biólogo Tarcísio Vieira expõe que “Ao invés da decomposição do indivíduo temos a substituição do cálcio (que em seres vivos, vão sendo substituído diariamente, ou seja, a capacidade de reposição desse mineral) pelo silício”, deixando de ter cálcio para ter silício formando o chamado fóssil.

Imagem retiradas do Programa Origens da TV Novo Tempo

Tarcísio ainda afirma que essa fossilização também só é possível com a quantidade certa de elementos, um pouco mais aqui ou ali e não teremos o fóssil. O soterramento rápido é um dos fatores mais importantes para a formação desses fosseis que são em sua maioria elencados por catástrofes, no caso exposto o dilúvio.



Imagem retiradas do Programa Origens da TV Novo Tempo

Todos esses eventos são datados e expostos para que possamos entender o passado com outra perspectiva, analisando o modo como foram formados  e guardados através dos anos para que hoje se comprove a existência de um Deus único e maravilhoso.

Clique na imagem para assistir ao programa.


Imagem do Youtube do Programa Origens da TV Novo Tempo


Se gostou, comente! 

*Citações diretas do programa.

Dia das Mães + Especial Sete minutos depois da meia-noite

Imagem da internet

Olá boa noite a todos!

Hoje em pleno dia das Mães, coincidentemente assisti ao um filme maravilhoso, vou apenas disponibilizar o nome e a imagem e um breve resuminho, o longa conta a história de Conor um garoto de 13 anos que não tem muitos amigos e está passando por problemas, pois sua mãe tem câncer seu pai é ausente e sua avó é uma pessoa arrogante. Em breve tem resenha. Se você ainda não demonstrou seu amor a sua mãe neste dia, este filme lhe dará um grande incentivo! Ah... ele é baseado em um livro.

Feliz dia das Mães a todas as mamães do Mundo.

Até breve!

A Grande Catástrofe


O programa Origens está em sua segunda temporada abordando temas novos de forma mais ampla, espero que gostem!

A vida diária de um paleontólogo (profissional que estuda os fosseis de origem animal (paleozoologia), vegetal (paleobotânica) e algumas estruturas (paleoicnologia), assim como os dinossauros, mas não, somente eles para saber mais clique aqui) vai alem do trabalho em campo, é feito todo um planejamento e estudo antes mesmo de se engajar na busca por nossa história, outras áreas da ciência e até mesmo humanas se somam ao encontro do desconhecido promovendo esse belo trabalho como a geologia.

No trabalho em campo é estudado as camadas sedimentares (rochas clássica, rochas químicas e rochas orgânicas) que entenderemos melhor nos próximos programas. O fascinante é a retirada do que é rochas e do que é osso e, obviamente presenciar a natureza relevando o passado como um presente, no documentário em questão o esqueleto de uma baleia em pleno deserto. A informação, as amostras e as fotos são meios de datar e dizer mais a respeito do que se está cavando.

Quanto mais são levantados os dados e informações maiores serão as chances de serem aceitas, em muitos casos as amostras e fosseis são revelados de forma simples e natural.

Se quiser saber mais um pouco sobre a grande catástrofe (o dilúvio) assista aos próximos programas!




           Se gostou comente!

O Mistério das Sequoias Gigantes.

Neste último programa da temporada temos um tema magnifico do qual simplesmente amei, espero que gostem!

A primeira vez que ouvi falar esse nome foi em um episódio do desenho animado X- Men, no qual o professor Hank Mccoy leva seus alunos para realizarem estudos no parque das Sequoias, e ao ver o título do ultimo programa da temporada Origens tive a imensa convicção de que seria uma serie de dois episódios incríveis. Mas enfim o que são mesmo as sequoias?

“A sequoia-gigante (Sequoiadendron gigantea) é a única espécie do gênero Sequoiadendron, inserido no grupo de coníferas pertencentes à família Cupressaceae. As sequoias são consideradas as maiores árvores do mundo tanto em altura como em diâmetro, já foram registradas em alguns casos de que as sequoias mediram 18 metros de diâmetro e 115 metros de altura, a sequoia mais antiga registrada tem 4.650 anos, e ainda apresenta uma forte resistência com cascas grosas o que ajuda em casos de queimadas”.
fonte: Wikipédia.

O tamanho em si não é apenas uma das maravilhosas curiosidades sobre elas são também fosseis vivos que contam a história da humanidade através dos séculos, encontradas apenas nos Estados Unidos existiam em torno de 40 espécies de sequoias, hoje existem apenas duas. Fosseis delas foram encontradas no Ártico. Antes o clima era úmido o que beneficiava essa diversidade que predominavam na era Mesozoica em períodos triássico, jurássico e cretáceo.

Imagem da TV Novo Tempo


Existem métodos de datações de árvores, as sequoias, por exemplo, consomem cerca de três mil litros de água por dia em temporadas de crescimento e o solo abaixo delas apresenta Ph maior do que em outros lugares, tendo maior índices de nitrogênio, cálcio, magnésio e fósforo, a coloração de sua casca é devido ao acido tânico, a destruição de muitas sequoias ocorreu de interesses econômicos.

Imagem da TV Novo Tempo

São denominadas como imortais biologicamente, podendo ser extintas por predadores e fenômenos da natureza (dilúvio), mas não por envelhecimento, sendo espécies endêmicas que contam a história do dilúvio, quem sabe? talvez? O que se sabe é que essas sequoias nasceram ao mesmo tempo praticamente, e sequoias mais antigas podem ter sido extintas (veremos no programa) pelo dilúvio! Para saber mais sobre as amáveis sequoias assista ao programa e descubra um universo magnífico criado pelo maior projetista vivo, o nosso Deus!






Se gostou comente! 
*Texto retirado do documentário Origens: O mistério das Sequoias Gigantes (adaptado).

Preservar e viver


Neste programa será abordado um tema atual e bastante importante, espero que gostem!

Interestellar é um filme que trás a ideia de um planeta deserto do qual foi imensamente explorado e não é mais possível existir a vida na terra. Preservar não é um termo novo, há alguns anos o clamor da natureza chega a nossas vidas através da TV, rádio e internet, a questão é, o que estamos fazendo para mudar essa realidade?

                         

Perda de espécies e ambientes em todos os reinos é alarmante ocorre um desequilíbrio com o uso inconsciente das plantas, do solo, das águas e da vida em geral na terra. A poluição, queimadas e desmatamento são fatores que mais ajudam a proporcionar essa perda de vida em proporções globais e suas consequências são reais.


Aumento de incidências do nível do mar, derretimento dos polos, destruição dos ecossistemas,  enfim exercitar a mente para utilizar o que realmente for necessário é ter atitudes altruístas. 





Se gostou, comente!

Li até a pagina 100#2 Em casa para o Natal



Criado pelo blog "Eu leio, eu conto", Li até a página 100..., consiste em dizer o que achamos da nossa leitura atual até a centésima página.  Estou lendo o livro: Em casa para o Natal de Cally Taylor (autora de O céu vai ter que esperar).

Primeira frase da página 100: “Estou sim! Mas Lizzie está certa, mãe. Você simplesmente pressupôs que podia aparecer aqui hoje. Eu estava prestes a lhe dizer que Liz e eu já tínhamos planos quando você desligou o telefone”.

Do que se trata o livro?

O que está achando até agora? Previsível típico romance onde tudo termina bem com o felizes para sempre! Mas é engraçado!

O que está achando dos protagonistas? São umas gracinhas, tanta a Beth como Matt são bem engraçados e fazem com que a história fluir agradavelmente

Melhor quote até agora: “- Eu AMO você - tentei, com sentimento. Em seguida, mais alto, mais apaixonadamente. - Eu amo você, eu amo você, eu amo você.
- Obrigado - replicou uma voz grave do outro lado do saguão. - Você também não é nada ruim.
Olhei para o George Clooney em choque. Seus lábios não estavam se movendo. O homem parado ao lado dele, porém, sorria, di- vertido.
- Merda!
Meu primeiro pensamento, ao escorregar da cadeira e me agachar debaixo da mesa, foi: Rápido, esconda-se! O segundo, ao sentir a lata de lixo pressionada contra o quadril e o rosto esmagado contra o armário de documentos, foi: Por que diabos você está fazendo isso?
- Olá. Você está bem?
Ó céus, a voz dele estava ficando mais alta. Ele estava se aproximando da mesa. Não! Por que ele não podia agir como um sujeito normal, reconhecer que eu estava tendo um surto crítico de vergonha e me deixar morrer em paz?
- Pode me amar, não tem problema - continuou a voz, divertida com a situação. - A filha do meu amigo está convencida de que vai se casar comigo quando crescer. Mas ela só tem dois anos... olá?
- A voz estava ainda mais perto, como se ele estivesse debruçado sobre o balcão. - Você está bem? Quer que eu chame a polícia?
Isso, maravilha. Ligue para a polícia e me deixe ainda mais constrangida, por que não?
- Estou bem, juro - murmurei, engatinhando para trás, saindo por debaixo da mesa, com o cabelo cobrindo meu rosto. - Só deixei cair meu... ahn... clipe.
- Seu clipe. Certo. Pequenos e indispensáveis materiais de escritório, os clipes. Ninguém gosta de perder um clipe. ”

Vai continuar lendo? Sim, é envolvente e agradável.

Última frase da página: “Minha mãe tinha tirado os sapatos e estava em cima da minha cama na ponta dos pés, os braços esticados acima da cabeça. ”

Se gostou comente!!